Plantão
Geral

Morre aos 41, Bruno Covas; veja a repercussão

Publicado dia 16/05/2021 às 13h21min | Atualizado dia 16/05/2021 às 13h24min
Políticos, familiares e amigos lamentaram a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), neste domingo (16). Covas estava internado desde 2 de maio no Hospital Sírio-Libanês

Políticos, familiares e amigos lamentaram a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), neste domingo (16). Covas estava internado desde 2 de maio no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista. Ele tratava um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado e apresentou agravamento do estado de saúde nesta sexta-feira (14).

 

João Doria, governador de São Paulo

 

"Obrigado Bruno Covas, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. À Renata e ao Pedro, seus Pais, Gustavo, seu irmão e especialmente Tomás, seu filho, meu afeto nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. São Paulo terá sempre muito orgulho desse filho querido.

A força de Bruno Covas vem do seu exemplo e do seu caráter. Foi leal à família, aos amigos, ao povo de São Paulo e aos filiados do seu partido, o PSDB. Sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva.

Tive o privilégio de acompanhá-lo desde o início da vida pública, ao lado do seu avô Mario Covas. Tive a honra de tê-lo como vice, na prefeitura de São Paulo. E a alegria de ver seus ideais e realizações aprovados nas eleições de 2020.

Bruno Covas era sensível, sereno, correto, racional, pragmático e ponderado. Voz sensata, sorriso largo e bom coração. Bruno Covas era esperança. E a esperança não morre: ela segue, com fé, nas lições que ele nos ofereceu em sua vida.

Muito obrigado, Bruno. Você foi e continuará sendo para todos nós, um eterno exemplo."

 

Davi Alcolumbre, senador

 

"Muito triste com a partida do prefeito Bruno Covas (PSDB -SP). Lutou com bravura e destemor até o último instante. Das vezes em que estivemos juntos, guardo a melhor impressão dos gestos de homem público forte, decente e de muito caráter. Que Deus o receba em sua morada e dê força e entendimento aos que ficam, sobretudo aos familiares, especialmente ao seu filho Tomás. Perdemos um homem de valor e a cidade de São Paulo perde um político de princípios".

 

José Serra, senador

 

"Lamento muitíssimo a perda tão precoce do nosso prefeito Bruno Covas. Foi uma pena, uma imensa pena. Era uma bela figura humana e um grande quadro político. Fará muita falta a todos nós e à cidade de São Paulo, que ele vinha administrando com dedicação e competência. Bruno escreveu seu nome entre os melhores prefeitos da cidade. Meus sentimentos a Tomás, Renata, aos seus familiares e amigos. Que possam encontrar conforto em seus corações. Estamos todos enlutados."

 

Camilo Santana, governador do Ceará

 

"Triste a partida precoce do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, aos 41 anos, vítima de câncer. Mesmo sofrendo com a doença, ele foi um lutador incansável no combate à pandemia da Covid. Meus sentimentos aos familiares, amigos e ao povo paulistano."

 

Randolfe Rodrigues, senador

 

"Que a família, os amigos, e todos aqueles que conviveram com Bruno Covas encontrem paz e conforto nesse momento de dor. Nunca é fácil perder alguém, especialmente jovem. Bruno foi corajoso e encarou a doença com garra e vontade de viver. Envio minhas orações."

 

Guilherme Boulos, professor, coordenador do MTST e da Frente Povo Sem Medo

 

"Lamento muito a morte do prefeito Bruno Covas. Tivemos uma convivência franca e democrática. Minha solidariedade aos seus familiares e amigos neste momento difícil. Vá em paz, Bruno!"

 

Ricardo Nunes (MDB), prefeito em exercício de São Paulo

 

"O objetivo de manter a agenda é de seguir exatamente o que o Bruno nos pediu. Não existe melhor homenagem ao prefeito do que a gente continuar trabalhando, do que a gente continuar atendendo a população de São Paulo que elegeu ele e a mim para isso."

 

Edson Aparecido, secretário municipal da Saúde

 

"O Bruno enfrentou a pandemia, enfrentou a doença, enfrentou uma campanha eleitoral de cabeça erguida. Então, a melhor homenagem, ele quer que seja dessa maneira, é trabalhando, é cuidando bem da população da nossa cidade."

 

Fernando Padula, amigo há 30 anos de Covas e secretário da Educação

 

"Tenho certeza que ele ficaria muito bravo com a gente se a gente cancelasse essa agenda."

 

São Paulo Futebol Clube

 

"O São Paulo Futebol Clube lamenta profundamente o falecimento de Bruno Covas Lopes, prefeito da cidade de São Paulo, recentemente afastado do cargo para tratamento oncológico. Neste momento de dor e luto, desejamos força aos familiares, amigos e apoiadores."

 

Corinthians

 

"O Corinthians manifesta seu pesar pela morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Gestor jovem, pai e grande apreciador do futebol, Bruno também deixou um exemplo de luta pela vida. O clube se une a todos os paulistanos, em especial à família Covas, neste dia de luto e dor."

Fonte: G1.