Plantão
Crime

Após oferecer suborno de R$ 30 mil a policiais, suspeito de estelionato é preso em BH

Publicado dia 11/06/2021 às 19h10min
Homem é de São Paulo e está em Belo Horizonte há duas semanas. Ele se passava por funcionário de banco, pegava senha e cartões das vítimas e conseguia efetuar saques.

Um homem foi preso por suspeita de estelionato na tarde desta sexta-feira (11), no bairro Goiânia, na Região Nordeste de Belo Horizonte. Com ele, foram apreendidos seis cartões, 15 máquinas e quase R$ 900 em dinheiro.

A Polícia Militar (PM) suspeita que o homem pertença a uma quadrilha de estelionato. Segundo a corporação, um comparsa dele, que ainda não foi localizado, fazia ligações para as vítimas, se passando por funcionário de banco, e informava que o cartão delas havia sido clonado.

Ele ainda dizia que seria necessário trocar o cartão. O suspeito detido ia até a casa da vítima, fazia a troca, pegava a senha, ia ao caixa e conseguia fazer saques. O valor, então, era depositado em outra conta, de terceiros.

A PM disse que chegou ao homem depois de ouvir de moradores do bairro Goiânia que ele estaria circulando na região, possivelmente para fazer novas vítimas. Ele chegou a oferecer R$ 30 mil aos policiais para não ser preso.

O suspeito é de Francisco Morato, interior de São Paulo, e não tinha passagem pela polícia. Ele confessou o crime. Afirmou que estava desempregado e acabou aceitando o convite para fazer o "serviço".

Com ele, foram apreendidos R$ 150. O suspeito levou os policiais até o hotel onde estava hospedado havia cerca de duas semanas, no centro da capital mineira. No local, foram encontrados cerca de R$ 750, seis cartões e cerca de 15 máquinas de cartões.

O número de vítimas, a quantidade arrecadada e outros integrantes da quadrilha serão investigados pela Polícia Civil.

Fonte: G1.